domingo, 31 de janeiro de 2010

IMAGENS DE 2009

No final de cada ano, em regra, na TV passam as imagens mais marcantes desse ano. Um pouco por todo o lado revemos os momentos mais emocionantes, mais felizes ou mais dramáticos do ano que passou.


Muitos foram os grandes momentos de 2009 vividos na Guiné-Bissau e alguns ainda aguardam que aqui sejam narrados.

Por diversas razões este post foi sendo sucessivamente adiado e por isso só no limite do primeiro mês do ano de 2010 aparece.


Um pouco então com a ideia das imagens do ano recomendo as reportagens do Carlos, correspondente da TV Brasil que esteve na Guiné-Bissau em Outubro. As suas aventuras pelo continente africano podem ser lidas no seu blog Diário da África e as reportagens no site da TVBrasil.

Destas destaco as seguintes sobre a Guiné-Bissau:


A PRIMEIRA sobre a falta de energia eléctrica, um problema grave do país sobre o qual já fiz algumas referências mas ainda não consegui aquela imagem. Nada como um vídeo. E mesmo assim nada como ver (a escuridão) com os próprios olhos. A SEGUNDA sobre Educação. Igualmente chocante. Há vários projectos, várias ideias de reforma mas o ensino por aqui continua a ser um dos maiores problemas e o nível em que se encontra a causa para muitos outros. Parece-me impossível não ficar emocionado com os meninos a correr para a escola levando os seus banquinhos em braços e na cabeça sob pena de ficarem sentados no chão de terra. A TERCEIRA reportagem é sobre o comércio informal onde as imagens só podiam ser do mercado Bandim, estranho, diferente, mas ao qual eu não resisto. E ainda com os pequenos negócios que surgem como meios de sobrevivência num país onde a carência de quase tudo obriga a ser original.


A visita do Carlos e do William à Guiné-Bissau não foi isenta de algumas peripécias que me recordaram algo que já por diversas vezes achava que já devia ter colocado aqui no blog: Mais informação para quem viaja para a Guiné-Bissau. Assim, em breve informações mais práticas para os viajantes (onde ficar, onde comer, onde ir) mas para já um aviso importante: a utilização de cartões VISA tem um uso muito limitado no país. Para quem queira mais informações pode ainda escrever-me para o e-mail indicado na parte lateral do blog.


BOM ANO DE 2010!