segunda-feira, 6 de outubro de 2008

SUPER MAMA DJOMBO

De volta à Guiné-Bissau, com a garra de sempre, a vontade de viver esta terra ao máximo, quero voltar a escrever mais sobre a terra, sobre o que se vive, acontece.
Na 6ª feira foi dia de concerto. Os Super Mama Djombo actuaram no espaço Lenox, aqui bem perto.
A Orquestra Super Mama Djombo existe há quase 40 anos mas estiveram uns anos separados e agora, de novo juntos e com alguma renovação no grupo têm um novo álbum (a juntar a pelo menos 8 já gravados): Ar Puro, gravado na Islândia.
O ambiente não é fácil de descrever e qualquer descrição ficaria aquém da sensação daqueles momentos. Toda a população vibra com as músicas que consistem essencialmente em crítica política e crítica social.
Só tenho este último álbum mas essa é umas das coisas que tem que mudar.
Para ouvir uma música das antigas
AQUI.
E mais um bocadinho
AQUI.

E um bocadinho de “Alma” (do último álbum):
Nha camarada
Nha estimado amigo

2 comentários:

Mónica Lice disse...

Saudades, muitas...

António Resende disse...

OLÁ ANA
Descobri o seu depoimento e ainda mais me espicaçou a ideia de ir à Guiné-Bissau e Bijagós em Janeiro ou Fevereiro próximos.
Acontece que a exemplo da viagem deste ano consegui chegar a Ziguinchor e Cap Skirring (na Casamansa - fronteira com a Guiné)... soh agora descobri um Consulado da Guine em Ziguinchor... Sabe se temos barco numa dessas localidases para os Bijagos? É que não avançarei pela Guiné, sem saber se as estradas e barcos são aceitáveis para a minha caranguejola...
Tudo que me possa dizer sobre esta ''loucura'', agradeço.
Para saber onde andei em Janeiro e Fevereiro de 2008, poderá ver no meu blog.
Com amizade
António Resende
a.resende@clix.pt