quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

A JANGADA DE S. VICENTE

Umas horas após a 14ª passagem na jangada de S. Vicente a vontade de ver a ponte finalizada está mais atenuada do que naqueles momentos em que se efectua (primeiro se espera e desespera) uma das travessias do rio Cacheu. Mas é uma vontade que não desaparece. Nos últimos meses a travessia tem sido facilitada por um barco que ao lado da já cansada jangada a vai rebocando. Agora a travessia só demora 10 minutos. O tempo de espera para conseguir lugar é que varia, e muito. Mas desta vez a sorte não permitiu que chegasse às duas horas de espera. (Outras vezes passou das três horas).
A ponte começou a ser construída no ano passado, apesar de pensada e desejada há muito. A evolução da obra pode ir sendo acompanhada no Caderno de África.
Com a ponte terminada, Bissau estará a pouco menos de duas horas de caminho do Senegal, facilitando a deslocação das pessoas e o transporte de mercadorias; a duas horas de Ziguinchor, com um aeroporto, e a três horas de Capítulo Skiring, também com aeroporto e umas das melhores zonas balneares da região.
Que a ponte chegue depressa!

Sem comentários: